quinta-feira, 12 de julho de 2018

FÉRIAS








FÉRIAS POR TEMPO INDETERMINADO...





Já que os vossos comentários também têm estado, na sua grande maioria, de FÉRIAS!

Não gosto de escrever sem o devido retorno.


Deixam morrer o BLOG!
 
                                                                                                                                                                  É porque ele não é importante nem traz nada de novo à nossa terra.






quarta-feira, 4 de julho de 2018

SUNSET






O pôr-do-sol, ou SUNSET 6,7,8 de julho... Aí está com os byte sounds para a rapaziada, e não só, abanarem o capacete. É já um cartaz e traz imensa gente, maioritariamente jovens, à nossa cidade. O divertimento faz falta. É bom rir e festejar qualquer coisa de bom e agradável. O mal é que a terra fica a rebentar pelas costuras e nem sequer está preparada para uma enchente tão grande, quer-me parecer... Quando se faz alguma coisa, é suposto pensar em tudo aquilo que envolve e prever à sua implantação no terreno. Ou muito me engano ou vai ser uma barafunda daquelas. O que vale é que o areal é grande...

Alguém dizia para pôr a pastar umas cabritas e uns coelhos no mato que entretanto se gerou ali na areia... É a flora natural a aparecer. Tudo que lá está nasce espontaneamente, porque ali é muito arredado do mar, é como areia no deserto... É lindo de ver? Não! Mas gastar umas centenas para ver tudo a crescer de novo e saber que ali já não é praia é apenas areal, também não é solução. Agora que  devia nascer ali muita coisa interessante como uma Piscina e várias estruturas interessantes e de apoio à praia, e que já se deveria ter começado a pensar nisso a sério... JÁ!

Foi-se o Stº António, foi-se o São João e o São Pedro também. Em todo o lado se festejou com arraial e procissões. Com festejos muito bonitos e emotivos. Em cada ano se vê e apreciam mais as festas destes 3 Santos populares. Correu tudo bem. Até para o ano!

O senhor presidente da Câmara e o presidente de Buarcos e São Julião e o de São Pedro, foram até aos States passar uma semaninha com as esposas, menos a esposa do presidente de Junta de Buarcos e São Julião. Houve gastos e o senhor Presidente diz: que foram visitar a comunidade e que os presidentes de Junta têm lá muitos amigos e familiares...

Temos 5 praias com bandeira azul (Buarcos, Torre do Relógio,Quiaios,Cova Gala e Praia da Leirosa, o que é muito bom. Lá pelos Algarves a coisa não está a correr muito bem com as águas... Venham até à Figueira... A água tem mais iodo, é muito mais rica e o sol não "abrasa". Este ano também as pessoas com mobilidade reduzida ou praticamente nula vão ter à sua disposição um Tiralô e  pessoal especializado para os ajudar... Agora já é possível irem ao banho e desfrutar em pleno as férias de verão. Também, à semelhança dos anos anteriores, vamos ter segurança reforçada com uma unidade especial de polícia. É bom e dá mais confiança a quem nos visita.

Resta-me desejar boas férias para todos, com uma cidade limpa, hospitaleira, sem preços exorbitantes, com a simpatia do costume e com o civismo e o respeito pelas coisas públicas. 

Divirtam-se com o SUNSET! 

domingo, 17 de junho de 2018

BOM SÃO JOÃO PARA TODOS!










Foi-se o Santo António com os festejos e a alegria do costume, no Largo de stº António. A romaria e a enchente que todos os anos acontece, com a capela artisticamente enfeitada e com a presença, já habitual, do Quim Barreiros para abrilhantar a noite e com as tasquinhas e os petiscos. Estamos, agora, em plena época das festas de São João. Este ano com uma novidade que, ao princípio, alarmou alguns mas que, com o decorrer dos dias, tem sido um sucesso enorme. Este ano as “Tasquinhas das Freguesias”, a já habitual feira das Freguesias não foram no pavilhão a coberto do frio, da chuva e do vento... Mas ganhou aos pontos em espaço, em alegria, em afluência (estou em crer que bateu recordes) e em qualidade nas atuações que o público pode ver sem atropelos e com qualidade de palco e de som. A noite com a fadista, Raquel Tavares foi memorável, bem como a presença da cantora Aurea. Programa de luxo acessível a todos. Está a ser uma festa verdadeiramente popular. O tempo, embora frio e ventoso, não tem estragado a festa.

Por já não se encontrar acima do limite de endividamento, foi deliberado e aprovado em reunião de Câmara a suspensão da Aplicação de Saneamento Financeiro o chamado PSF.
A Câmara está longe do limite de 50M euros de dívidas, estando atualmente nos 17M euros. De notar que em 2016 a dívida era de 32M euros e em 2009 era de 87M euros.

O Presidente afirma que o rigor vai continuar já sem complexos relatórios semestrais, menos burocracia junto de várias entidades, especialmente junto do tribunal de Contas (TC). Apesar de continuar rigorosamente a encarar a dívida será possível agora assistirmos, talvez, a mais investimento nesta terra que tanto precisa de determinados equipamentos e investimentos que honrem a cidade. Prometeu agora fazer crescer o Concelho, vamos ver…

Esta terra e esta gente merecem. Interessa que tudo que for feito na cidade seja pensado com cautela para que fique para as novas gerações. É bom que se comecem a cumprir promessas nunca esquecidas pelo povo e eu, por acaso, estou-me a lembrar de uma que é bem cara aos figueirenses e que nunca, por nunca ser estará esquecida. Todos sabem a que me refiro… A par de outras, claro, não menos importantes!

É bom que o que vier de novo para a cidade, ACRESCENTE, e não seja mais do mesmo.  Quando o presidente Ataíde deixar de estar ao leme, que se orgulhe do que fez, que tenha conseguido aquilo que os figueirenses anseiam. Que deixe uma marca!
Bem sabemos que a herança foi muito pesada. Mas isso não serve de desculpa para a falta do muito que a cidade necessita.


BOM SÃO JOÃO PARA TODOS!




sábado, 2 de junho de 2018

VOTOS e votos!...


Votou-se a despenalização da morte assistida (EUTANÁSIA), projetos de lei do PAN, BE, PS e PEV; sendo que o projeto do PAN teve 107 votos a favor, 116 votos contra e 11 abstenções. O diploma do PS teve 110 votos a favor, 115 votos contra e 4 abstenções.

Ora é caso para nos pormos a pensar um pouco. A quem é que se dá ordens para decidir por nós sobre se queremos morrer em paz quando chegar a nossa hora ou se (arbitrariamente porque já vai acontecendo descaso notório dos doentes mais idosos)... a um grupo de deputados da Assembleia da República? Será que um tema deste teor não deveria ser alvo de um referendo? SIM, digo eu. O bom senso e o tema melindroso assim o exigem.

Deixemos de BRINCAR com coisas sérias meus amigos. O país tem assuntos pertinentes no que à saúde(ou falta dela), diz respeito! Que tal o Partido Socialista começar a ser SOCIALISTA a sério e tirar de dentro da gaveta onde está escondido e com pó, o dossier SNS e começar a lê-lo a sério, sem andar a fazer de conta que se IMPORTA com a situação dos doentes, nomeadamente com o que se passa a nível dos Hospitais e dos IPOs deste país à beira mar plantado.

Deixem de fazer discursos demagógicos e populistas no Congresso, deixem de prometer mundos e fundos e comecem a trabalhar à séria preocupando-se mais com o povo português e a sua situação financeira e muito menos com os Bancos e com os Banqueiros.
O que é facto é que os ricos estão cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais entalados porque (julgavam...) a tarracha era para desapertar e continua a sua caminhada de aperto.
Não há dinheiro para férias, não há dinheiro para flores, é chegar ao fim do mês e contar os tostões pedindo para que dê para as despesas dos filhos a estudar, a gastar dinheiro  para serem convenientemente formados para  um futuro que se deseja bom, e lá se vai tudo sem direito a respirar de alívio.

Voltem os "filhos" que emigraram!? Mas o que é que o Costa tem para lhes oferecer? E se eles acreditassem e voltassem mesmo? Ele vive em que país? Acaso desconhece que muitos dos chamados "VELHOS" é que estão a dar cama e mesa aos filhos desempregados e outros com ordenados e horários miseráveis?
Quer ele que haja natalidade, que nasçam mais crianças porque a população está envelhecida... E como é que ele promove tal desiderato? Com os ordenados e nível de vida da classe média baixa e baixa?
Pois é... Falar é muito fácil, o pior é abrir os olhos e ver as REALIDADES!

Pelo burgo temos o caldo entornado com as obras na marginal de Buarcos. O verão vai ser complicado, também, na zona da Praça Velha... A resposta é que são trabalhos que têm que decorrer no tempo seco. Se o resultado for bom, até que se sofre com mais paciência. Mas lá que é muito aborrecido, é. Vamos esperar para ver.

Para já as vozes discordantes do PSD que critica perda de estacionamento na zona antiga. Entretanto o projeto contempla uma zona de parque de estacionamento que se vai estender até à zona da Igreja Matriz. O PSD reclama que foram feitas obras há 17 anos, com um grande investimento naquela zona e que este executivo teima em desvalorizar tal facto, como se vivêssemos num país rico, dizem. Questionado na reunião de Câmara sobre as obras no verão, pouca gente ser vista a trabalhar e os constrangimentos que provocam... O presidente joão Ataíde responde  que a obra de Buarcos será suspensa a 1 de Julho, mas a do casco antigo vai realizar-se durante a época de verão  para aproveitar o tempo favorável.. O vereador Carlos Monteiro informou que as obras a decorrer são importantíssimas porque vão requalificar as galerias das redes de águas, que têm mais de cem anos e que estão a abater. Parece-me bem. No inverno, disse, é impossível fazer este tipo de intervenções pelo que as obras terão que continuar na zona velha da cidade. O vereador da oposição disse que o trânsito vai estar um caos em Buarcos e que já foi assim no fim de semana passado. Mas o presidente João Ataíde diz que vai continuar e que a obra vai valorizar muito Buarcos.

Projeto de iluminação na Praia do Cabedelo vai ser uma realidade e que permitirá a prática noturna de surf e bodyboard, desejo cumprido para os praticantes da modalidade e para Eurico Gonçalves do movimento cívico, SOS Cabedelo.

Já há sardinha para degustar e a "MALTA DO VISO" já prometeu arrasar com a Festa da Sardinha". Mantém os preços e espera uma enchente cada vez maior. Iniciativa já tradicional que é muito do agrado de todos cá da terra e de quantos nos visitam para o evento. Parabéns aos organizadores e à sua dinâmica. 

Mais 3 Hotéis para a cidade da Figueira da Foz estão a arrancar. São boas notícias pois fazem parte do dinamismo que a cidade necessita para ter respostas para os que nos visitam. Os restaurantes também deviam levar uma grande mexida porque restaurante que leve muita gente, por exemplo casamentos, batizados, grupos empresariais,  comemorações festivas a oferta é praticamente nula e a que há não é competitiva, salvo um caso pontual.

A Figueira vai ao Palácio Sotto Mayor... A partir de ontem,  1 de Junho visitas guiadas e gratuitas a um dos maravilhosos ex-libris da cidade da Figueira da Foz. Um motivo de interesse e de regozijo para todos.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

NOTAS SOLTAS







O Festival Eurovisão da Canção correu bem. Portugal provou que pode receber grandes eventos que sabe dar conta do recado. Não fora o episódio da invasão do palco e roubo do microfone à representante britânica, até que nem haveria mancha… a não ser a escolha da canção vencedora – Israel! Grotesca no modo como se apresentou a cantora. A canção, péssima. Bem pregou Salvador Sobral para retomarem o bom gosto e as melodias que nos ficavam no ouvido pelo bom gosto. Alguns até que ouviram o apelo… e apresentando-se com canções melodiosas mas, pelo meio continuou o disparate, os urros e o mau gosto habitual. De qualquer modo estamos de parabéns.

Quem não está de parabéns, de modo nenhum, é o Sporting Clube de Portugal, um grande clube que não merecia o que ontem nos deixou, a todos, perplexos. As pessoas andam, muitas delas, sem rumo e sem balizas. Assiste-se a coisas que são na forma e no conteúdo aberrantes. Estes são uns tempos conturbados em que se deveria parar para pensar. Atos cobardes que só nos envergonham a todos como povo e como país. DEMISSÃO DA DIREÇÃO, JÁ…quanto a mim!
Por onde anda o bom senso das pessoas? Que crise de valores é esta que permite atitudes deste jaez? Vale a pena refletirmos o que somos, para onde vamos e o que estamos a fazer das nossas vidas.

Piscina para cá, piscina para lá. Eu diria: Tanque para cá, tanque para lá. Licença… obra parada… Mas será que ela devia mesmo avançar?
Esta cidade é deserdada da sorte. A única coisa de que se vale é da beleza natural que tem. As pessoas tendem a pensar: PEQUENO, a fazer PEQUENO, a decidir PEQUENO e assim a cidade não sai da cepa torta. Igual mais igual não pode haver… como há muitos anos a esta parte. O que falta então na Figueira da Foz?

-UMA PISCINA DECENTE.
-UM JARDIM DECENTE.
-UMA GRANDE SUPERFÍCIE COM DIGNIDADE COMO HÁ NAS OUTRAS CIDADES.
-EMPREGO PARA OS JOVENS.
-COMÉRCIO DE QUALIDADE.
-ANIMAÇÃO E MOTIVOS DE INTERESSE TODO O ANO E NÃO SÓ NA ÉPOCA BALNEAR.
-ESTRADAS/VIAS DE ACESSO, DIGNAS.
-AMBIÇÃO.
-DINAMISMO.
-VISÃO DE FUTURO.
-PRESERVAÇÃO DO QUE AINDA RESTA DE ARTE NOVA, etc.
-SINERGIAS DOS DIFERENTES PARTIDOS QUE DEVIAM PÔR, SEMPRE À FRENTE, OS INTERESSES DA CIDADE EM DETRIMENTO DOS INTERESSES PARTIDÁRIOS.

Muito mais haveria para apontar mas, numa altura em que pululam os cogumelos, e faltam tantas infraestruturas, fico-me por aqui.

Mas também vou aqui apontar o que se anda a passar, e com o qual não concordo, com a oposição e a Câmara, no que se refere aos estudantes de Coimbra e à tentativa do Presidente de não querer deixar, de ânimo leve, que se acabe com uma tradição antiquíssima dos estudantes virem nos comboios cheios de alegria e inundarem a nossa cidade. Houve custos na tentativa? Houve, mas estão justificadíssimos pela preservação da tradição. Eu próprio sugeri aqui que se fizesse alguma coisa nesse sentido. E fez-se... Correu bem? Podia ter corrido melhor, mas foi louvável na intenção. Agora também digo que não vi, nem ouvi indignação por tantos anos de fogo de artifício todas as noites na praia, a queimar o nosso dinheiro sem proveito nenhum! Está mais que justificada a tentativa do Presidente. Tenham tento!


domingo, 29 de abril de 2018

NOTAS SOLTAS




Lá se passou mais um 25 de abril com as comemorações habituais. Espero que se festeje sempre abril e cada vez com mais vigor para não deixar morrer esta importante efeméride. Tudo o que se disser, ensinar, explicar o antes e o depois do 25 de abril será pouco! Escolas, educadores, governo, câmaras, universidades, todos de mãos dadas para educar para a cidadania, para informar para lançar as sementes do futuro em LIBERDADE, com conhecimento dos nossos jovens sobre o que foi a revolução dos cravos!

Afinal o que se passa com a matéria “Águas da Figueira”? Qualidade e preço… Precisamos de respostas e de saber mais alguma coisinha, não? Porque, tudo o que mais queremos, é qualidade e preço justo.

A Feira Medieval abriu as portas com chuva… Agora já há possibilidades de se saber que tempo vai fazer, com o que se pode contar com bastante antecedência. E eu pergunto: Se alteraram a Feira Medieval por causa da chuva, e muito bem, porque não alterar com consciência e em tempo que já não ofereça dúvidas da sua estabilidade? Afinal… continua a chover e agora já há serviços de meteorologia a informar com antecedência, das condições atmosféricas. Porque não alterar com mais garantias de tempo bom? Mas a Feira está aí para todos desfrutarmos. No dia da inauguração ainda apanhei uma molha das boas. E apesar de ter continuado a chover ainda me diverti com a família.

Há transparências e transparências… Afinal uma queda tão abrupta do lugar de topo para o 149º lugar, porquê? O que é que se agravou assim tanto, alguém me diz? Entretanto a autarquia encontra-se como nunca com altos níveis de execução orçamental (92%), quase o pleno. Quem não ficou convencido foi a oposição que disse logo que as opções de execução podem não ser as mais corretas… Há quem concorde e quem discorde, claro.
Eu penso que há muita coisa bem feita, mas também muita coisa que não se faz e que deveria ser prioridade. Que há uma certa “teimosia” em esquecer, deliberadamente, remodelações prioritárias. Mas quem tem a faca e o queijo na mão decide!

A erosão costeira continua a ser um problema gravíssimo no Cabelo. Continua a estudar-se a viabilidade do Bypass e a movimentarem-se as forças vivas da cidade, nomeadamente O PSD que não larga o assunto, o PCP que questionou a Comissão Europeia sobre a erosão costeira e o movimento SOS Cabedelo. O assoreamento da barra e a perigosidade na entrada de embarcações com temporal e assoreamento. Toda este tema e a sua resolução continuam nas preocupações de muitos agentes ligados a esta problemática. Apenas (31 dias) de barra aberta desde o início do ano diz muito do que se passa… Aguardemos os estudos que estão a ser feitos e as resoluções que terão que ser, urgentemente, encontradas.

sábado, 21 de abril de 2018

VIVA O 25 DE ABRIL!





Mais um 25 de abril à porta. Há que festeja-lo e não esquecer o quão importante foi para o nosso país que vivia amordaçado, preso a uma ditadura obsoleta, com presos políticos e tortura, atrasado e onde os direitos mais elementares não existiam, nomeadamente o direito de escolha, o direito ao voto que hoje tantos ignoram e que custou tanto a alcançar!

Está tudo bem, funciona tudo bem na democracia? NÃO!

Há muita coisa que está mal. Muitos ladrões roubaram os portugueses e outros tantos continuam a fazê-lo, e alguns conseguem mesmo passar por entre os pingos da chuva numa total impunidade. Muitos corruptos, muito protecionismo, muitas medidas governativas erradas, um despudorado ataque,  ao que de melhor abril nos trouxe: o SNS que anda pelas ruas da amargura e a continuação dos baixos salários e das reformas miseráveis, sem aumentos dignos.

Mesmo assim, abril é um bem, é um avanço nos direitos dos cidadãos; as novas tecnologias invadiram as nossas vidas; um notável incremento na investigação científica; na inovação; na modernidade. Deixámos de estar fechados para o mundo!

Apesar de tudo, abril é uma bênção, é um bem inestimável. Só quem perde a liberdade, ou vive ainda em ditadura, sabe do que estou a falar.

Honremos o 25 de Abril! Saibamos interessarmo-nos pela política para podermos exercer a cidadania, fazermos as melhores escolhas e policiar quem nos governa, sem medo!
VIVA O 25 DE ABRIL!